Boas Festas

12 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Noite de Flamenco com Victor Bravo

 

Palmas, guitarra e castanholas foram os instrumentos da noite de Flamenco de dia 21 de Setembro no Lounge D do Casino do Estoril, que estiveram a acompanhar as vozes e as coreografias de Victor Bravo (bailarino, coreógrafo e maestro) e seu elenco.

 

Elenco esse de excelência composto por Juan Torres na guitarra e nas vozes para além do próprio Victor Bravo, tivemos Natalia Marin Lopez e David Bastidas.

 

Victor Bravo mostrou em vários actos, diferentes formas de interpretar o Flamenco, tanto em coreografia a solo como em conjunto com Natalia e David. Os actos distinguiam-se não só pelo traje de Victor diferente entre eles, mas também fazia a diferença a expressão corporal e facial do artista ao longo da dança, ritmo da música e na voz.

 

Num dos primeiros actos Victor Bravo contrastou o seu fato preto com as castanholas brancas também a entrarem no ritmo da actuação. Foram um complemento à parte musical comum do espectáculo: a guitarra, as palmas e o ritmo dos pés.

Entre os actos de Victor, Natalia e David embora com estilos diferentes, apresentaram a solo a sua forma de viver o Flamenco.

 

David actuou com uma coreografia bem definida, embora mais simples no movimento, ele apostou muito na voz, e com um grande enfase na expressão facial.

 

Já Natalia, quando apresentou a sua peça a solo, para além do canto e da dança em si, pareceu estar a contar uma história, em que o seu xaile ora era seu companheiro e cúmplice na dança, como era seu inimigo e embora tivesse sido atirado ao chão, a artista continua a sua peça em torno dele, depois trazendo-o novamente consigo mostra a maravilhosa arte de o saber trabalhar na dança Flamenca.

 

Este espectáculo decorreu sem intervalo e com a duração de um pouco mais de uma hora, em que Victor Bravo com o seu elenco, conseguiram a fixação do olhar do público quase permanente, alternando os actos em si. No final os artistas ao receberem um grande aplauso do público de pé e receberam ainda um ramo de flores. Como forma de gratidão, retribuíram ao Lounge D do Casino do Estoril, mais uns minutos de actuação com uma bela peça interpretada a três, divertida e sempre acompanhados pela guitarra de Juan Torres.

 

O Festival Flamenco no Casino do Estoril está na sua segunda edição este ano, tendo sido a primeira nos meses de Fevereiro e Março (edição em que o Portal AMMA acompanhou a actuação de Karen Lugo) decorrendo esta em todas as 5ªs feiras do mês de Setembro.

 

Já passaram por este palco os artistas Ursula Lopez, El Mawi, agora Victor Bravo e seu elenco, e para finalizar com a Grande Gala de Encerramento, a bailarina La Choni no dia 28 de Setembro.

 

Olé Victor e compañeros!!!

 

Texto e fotos:  Pedro MF Mestre

 

 

clique na imagem para visualizar a fotorreportagem

 


 

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017 – 22:29:03

Pesquisar

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...