15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Balanço positivo no final do European Open 2013

Holanda e Alemanha foram as seleções do dia
 
O segundo e último dia do European Open Women Portugal 2013 chegou ao fim depois de distribuídas todas as medalhas. Hoje estiveram em competição as atletas das categorias U63, U70, U78 e O78. As seleções da Holanda e Alemanha foram as consagradas com o ouro.
 
Depois de uma manhã de eliminatória, o Pavilhão Multiusos de Odivelas encheu as suas plateias para as últimas finais do European Open Women 2013. À semelhança do primeiro dia o Bloco de Finais teve inicio com a categoria mais leve do dia, U63. Começaram por ser discutidos os terceiros lugares, tendo as atletas Claudia Ahrens (Alemanha) e Faith Pitman (Grã-Bretanha) arrecadado o bronze. A final foi discutida pela holandesa Anicka Van Emden e pela italiana Valentina Giorgis que deixou escapar o ouro para a adversária.
 
Na categoria U70, os bronzes foram para duas espanholas, Maria Del Mar Paredes e Maria Bernabeu Avomo. O segundo lugar ficou para Israel, quando Lior Wildikan perdeu contra Heide Wollert (Alemanha), anterior vencedora da Taça do Mundo de Lisboa na categoria de U78. A alemã conseguiu assim repetir o feito de 2011, levando mais uma medalha de ouro para casa. A categoria U78, teve a seleção holandesa comogrande vencedora, com Karen Stevenson a ganhar a medalha de bronze, Guusje Steenhuis a prata e Iris Lemmen o ouro. A alemã Annika Heise conseguiu o segundo bronze da prova.
 
A fechar o dia estiveram as atletas da categoria O78, com Carolin Weiss (Alemanha) e Ekaterina Sheremetova (Rússia) a conquistar o bronze, enquanto que a prata e o ouro foram para as alemãs Jasmin Kuelbs e Franziska Konitz, respectivamente.
 
Também durante esta tarde, foi assinado um protocolo de parceria entre a Clínica Desportiva Desporsano e o seu responsável pela Área Médica, Doutor Gomes Pereira com a Federação Portuguesa de Judo(FPJ). Gomes Pereira assinou assim o seu futuro como Médico da FPJ. “É muito agradável voltar ao Judo. Eu estive ligado à preparação olímpica de 1996 e 2000 e foi, de facto, um privilégio enorme trabalhar com aquela geração de judocas, onde se encontrava o Nuno [Delgado]. O êxito deve-se exclusivamente a eles, como é óbvio. Agora estou a voltar às modalidades olímpicas, com todo o gosto. Tenho um enorme prazer e honra em poder servir a Federação Portuguesa de Judo.”, admitiu o novo Responsável Médico da Federação Portuguesa de Judo.
 
No final do European Open 2013, a equipa técnica nacional e a organização fizeram um balanço positivo, tanto a nível competitivo, como a nível logístico. A competição está de regresso a Portugal, em 2014, com a prova masculina.
 
Declarações:
 
Eng. Manuel Costa e Oliveira – Presidente da Federação Portuguesa de Judo
“O balanço deste European Open é um pouco alargado, um pouco diversificado. A nível da nossa seleção nacional, não conseguimos nenhuma medalha, as coisas não correram bem nesse sentido. De qualquer maneira as nossas atletas tiveram um bom percurso, as menos experientes tiveram bem e, em geral, foi uma boa experiência. Por isso, apesar de não haver medalhas eu faço um balanço positivo. Em relação à organização, que é portuguesa, tenho ouvido fartos elogios. A relação entre os treinadores com a parte organizadora e a arbitragem, tem sido muito boa. Pelos responsáveis da União Europeia, as coisas não podiam ter corrido melhor. O balanço é extremamente positivo.”
 
Nuno Delgado – Assessor da Direcção da Federação Portuguesa de Judo
“Acima de tudo este Open foi um teste a esta nossa seleção feminina que teve alguns problemas, a nível da equipa técnica, das atletas. Os resultados foram um pouco aquém do pretendido, mas conseguimos tirar daqui pontos que vamos utilizar e desenvolver no futuro. No fundo, foi um teste para todos nós. O nosso foco agora é trabalhar para o nosso objetivo principal que é o Campeonato do Mundo.”
 
Catarina Rodrigues – Diretora das Atividades Desportivas da FPJ e Directora Desportiva da União Europeia de Judo
“Como sempre os dois dias do Open são, basicamente, duas semanas de preparação intensa. Todos nós estamos muito satisfeitos com a prova e com o desempenho de toda a organização. Estamos orgulhosos de tudo o que decorreu durante este fim de semana. Tenho falado com vários treinadores e vários atletas, árbitros, membros da União Europeia de Judo, que me têm passado a mensagem que toda a prova correu muito bem.”
 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 30 de novembro de 2020 – 07:39:22

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...