14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

França domina o primeiro dia do European Judo Open Men 2017

 

Chegou ao fim o primeiro dia do European Judo Open Men 2017 que se cumpre no Pavilhão Multiusos de Odivelas até este domingo. Odivelas recebe 220 Atletas em representação de 29 países. Portugal, anfitrião da prova, inscreveu 28 judocas para esta competição.

 

Após as eliminatórias desta manhã que opuseram 105 Atletas das categorias -60 kg, -66 kg e -73kg, realizou-se a Cerimónia de Abertura com a presença da Orquestra de Câmara do Conservatório de Música de Sintra com os Maestros Paula Pestana, Pedro Teixeira e Luis Estevão da Silva.

 

O Bloco de Finais cumpriu as expectativas com grandes combates entre alguns dos melhores judocas do mundo.

 

Individualmente, Francisco Garrigos (-60 kg) de Espanha, Tal Flicker (-66 kg) de Israel e Guillaume Chaine (-73 kg) de França arrecadaram a Medalha de Ouro das suas categorias e subiram ao lugar mais alto do pódio. Coletivamente, destaque para a Seleção Francesa que conseguiu um total 5 Medalhas (1 de Ouro, 2 de Prata e 2 de Bronze).

 

Os 15 Atletas Lusos que competiram no primeiro dia do European Judo Open Men 2017 não conseguiram alcançar o Bloco de Finais. Luís Carmo foi o Judoca português melhor classificado, tendo chegado aos finalistas da prova e terminado num honroso 7º lugar.

 

Resultados Finais

 

 

Amanhã, domingo, último dia de competição, entram nos tatamis os restantes 13 Atletas Lusos, com os combates a terem início às 10h00.

 

Programa - Domingo, 5 de fevereiro

 

10h00

Eliminatórias

(-81kg, -90kg, -100kg e +100kg)

Pavilhão Multiusos de Odivelas

15h00 (PREVISÃO)

Bloco de Finais

 

 

Declarações

 

Jorge Fernandes – Presidente da Federação Portuguesa de Judo

O balanço deste primeiro dia é bastante positivo em termos de organização, faltaram apenas as medalhas para Portugal numa competição com Atletas internacionais de topo. Os membros da União Europeia de Judo e da Federação Internacional de Judo estão satisfeitos, tendo feito grandes elogios à nossa organização. Já estamos a trabalhar no sentido de trazer mais eventos internacionais para Portugal em 2018. Para amanhã esperamos mais uma grande jornada à semelhança de hoje. Em relação aos resultados, neste momento não são o mais importante. Estamos num início de ciclo, a construir uma nova equipa. Esta é a nossa primeira prova, a preparação é a nossa prioridade.

 

Luís Monteiro – Diretor do Alto Rendimento e das Seleções

Os resultados ficaram um pouco aquém das nossas expectativas, no entanto assistimos a alguns bons combates de atletas portugueses. A nossa seleção tinha algumas baixas, principalmente dos Atletas que participaram nos Jogos Olímpicos, à exceção do Nuno Saraiva que esteve presente na prova. Por outro lado, o nível da prova esteve muito elevado com Atletas e Países de Elite do Judo Mundial. A acrescentar a estes aspetos, o Grand Slam de Paris, uma das provas mais fortes do calendário internacional, realiza-se na próxima semana e muitos dos atletas presentes vão estar em Paris. No entanto, a nossa Seleção tem Atletas muito jovens, com potencial, talento e com uma grande margem de progressão para que possam vir a alcançar resultados de relevo internacional a curto e médio prazo. Este é um primeiro teste dos Atletas das categorias mais leves para um ciclo de trabalho de 4 anos que culminará nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, em que acreditamos que a nossa Seleção possa vir a alcançar grandes resultados.

 

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 15 de julho de 2020 – 10:29:05

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...