17 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Juventude Vidigalense na liderança dos Nacionais de Sub-18

Viana do Castelo acolhe este fim-de-semana (18 e 19 de junho), no Estádio Municipal Manuela Machado, os Campeonatos Nacionais Sub-18, com a jornada de hoje a terminar com a Juventude Vidigalense a liderar coletivamente em femininos e masculinos, respetivamente com 75 e 96 pontos.
 
Individualmente destacaram-se Tatiana Pereira, da Associação Fundação Salesianos, que já tinha marca de referência para o Festival Olímpico Europeu da Juventude, que se realiza de 24 a 30 de julho, na Eslováquia, venceu o salto em comprimento com a marca de 6,08 metros, recorde pessoal e dos campeonatos (superando a marca de Evelise Veiga, de 2013), a quarta melhor de sempre em juvenis e qualificação para os Europeus de Sub-18. Depois de ameaçar o seu recorde pessoal logo no segundo ensaio e de o superar ao quinto ensaio, a nova campeã de salto em comprimento sub-18 deixou o seu melhor salto para o sexto ensaio, com o vento a 2,0 m/s.
 
Do lado masculino, Tiago Pereira, do CCDR, conquistou o título no último ensaio, com um salto de 7,07 metros, marca de qualificação para os europeus de sub-18, que junta à já obtida no triplo-salto.
De sublinhar ainda a prestação de André Silva, do São Pedro de Faro, que se sagrou campeão sub-18 nos 2000 metros obstáculos, com a marca de 6m03,01s, continuando a liderar o ranking nacional, agora na sétima posição de sempre do ranking nacional e ascendendo ao 9.º lugar do ranking europeu Sub-18 na disciplina. O segundo classificado, Tiago Machado, do Clube Pedro Pessoa, ao terminar em 6m05,82, alcançou marca de referência para os Europeus de Sub-18. Do lado feminino, também a vencedora, Maria João Pimentel, do Oliveira do Douro, conquistou uma excelente marca, de 7m09,04s, recorde pessoal, melhor marca da temporada na disciplina em Sub-18, qualificação para os Europeus Sub-18 e referência para o Festival Olímpico.
 
Destaque também para a prova masculina de 100 metros, com o líder nacional Sub-18, Diogo Vaz, do Vitória de Setúbal, a sagrar-se campeão e a sedimentar a sua posição de liderança, com a marca de 10,93s, recorde pessoal, a três centésimos da qualificação para os europeus de sub-18. Do lado feminino, venceu Rita Barbosa, da Escola do Movimento, com a marca de 12,23s.
A líder do ranking nacional sub-18 no lançamento do martelo, Catarina Flor, do CAP, que já tem marca de qualificação para os Europeus de Jerusalém (4 a 7 de julho), venceu com a marca de 59,26 metros, somando mais tarde a esta vitória a medalha de bronze, no lançamento do disco.
Nos 1500 metros, Alexandre Lucas, do Sobral de Ceira, renovou o título de campeão, com a marca de 4m03,61s. Do lado feminino, a iniciada Mariana Moreira foi a mais forte e, em 4m32,71s, conquistando o título de campeã sub-18, com marca para o Festival Olímpico Europeu da Juventude, no qual ainda não poderá participar por ainda não ter idade para poder estar presente. A atleta da União Desportiva da Várzea assumiu as despesas da corrida, vencendo Beatriz Azevedo, do Clube de Atletismo de Oliveira do Bairro, que terminou na segunda posição, em 4m34,78s, recorde pessoal e marca de qualificação para os Europeus de Sub-18; e a líder do ranking, Stela Fernandes, do Gira Sol, hoje na terceira posição, com 4m34,81s, que já tinha também marca de qualificação para o Festival Olímpico e para os Europeus Sub-18.
João Penacho, do Benfica, venceu os 300 metros em 35,83s, ficando a um centésimo do seu recorde pessoal. Do lado feminino, foi a iniciada de primeiro ano Margarida Oliveira, do Grupo Recreativo Eirense, que conquistou o título, com a marca de 40,69s.
 
Gabriela Gorenco, do Benfica, conquistou o título de campeã de salto em altura Sub-18, com a marca de 1,59 metros.
 
No disco, a campeã foi Shakina Andrade, do Benfica, com a marca de 38,03 metros, com Márcia Maketa, da Juventude Vidigalense a carimbar a sua segunda medalha de prata, depois de se sagrar vice-campeã no lançamento do martelo.
 
Em dia de aniversário, Eduardo Neves, do NDJL-ST, conquistou a medalha de ouro no lançamento do peso, com a marca de 15,10 metros, recorde pessoal.
 
Nos 5000 metros marcha, Rodrigo Araújo, da AMONT, conquistou o título em 23m17s, recorde pessoal e melhor marca nacional da época.
 
Gabriela Santos, da ACRSD, sagrou-se campeã dos 5000 metros marcha, com o tempo de 24m24,38s, melhor marca da temporada, marca de qualificação para os europeus de sub-18 e de referência para o festival olímpico; tal como a segunda classificada, Samanta Zueva, da Spiridon de Gaia, que percorreu os 5000 metros em 24m39,36s.
 
Rodrigo Alcobia, do Benfica, sagrou-se campeão do salto com vara, com a marca de 4,10 metros.
 
O lançamento do dardo foi ganho por João Fernandes, do Novas Luzes, com a marca de 63,77 metros.
 
A estafeta de 4×100 metros foi ganha, do lado masculino, pelo Benfica, com a marca de 43,90s, por Ângelo Antunes, João Penacho, Rodrigo Pires e Diogo Sequeira. Do lado feminino, venceu a equipa da Fundação Salesianos, composta por Inês Almeida, Tatiana Pereira, Matilde Vieira e Marta Ribeiro Alves, com o tempo de 49,38s.
 
Amanhã os campeonatos iniciam às 9h00.
 
Fotos: Marcelino Almeida/FPA
 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 3 de outubro de 2022 – 17:43:43

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...