18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

José Carlos Pouca Sorte no pódio da categoria na Rampa da Arrábida

Depois do grande esfoço feito por toda a equipa do team Pouca Sorte, o Mitsubishi Lancer Evo ficou pronto a para a prova sadina, onde foi ao pódio  da categoria , e o piloto natural  de Resende, mas sedeado profissionalmente em Paredes/Penafiel e Paços de Ferreira.
 
Mas o piloto Megamotors Jose  Carlos Pouca Sorte vai para a 1ª subida oficial  de treinos, e rubrica logo um tempo de 2.03.147 à média de 102,31 km/h, sendo logo o 3º classificado na S.Challenge. Depois na 2ª subida de treinos, fruto de acertos que não estavam correctos, apenas  permitiu que fizesse  um tempo  de 2.11.468 à média de 95,84 km/h, sendo o 10º classificado no seio da S.Challenge. Mas para a 1ª subida oficial e treinos,  José Carlos Pouca Sorte -. Piloto Megamotors  faz um crono de 2.08.421 à média de 98,11 km/h, sendo o 7º classificado na S.Challenge.
 
Logo pela manhã de domingo depois de uma noite de descanso, José  Carlos Pouca Sorte, - Piloto Megamotors  não está com “meias medidas2 e faz logo o melhor crono de todo o fim de semana com 2.02.371 à média de 102,96 km/h, sendo o 5º classificado na S.Challenge.  Para a derradeira subida de treinos, o piloto da Megamotors, não faz esta subida, no entanto  para a 2ª subida oficial de prova, pura e simplesmente cilindra todos os tempos feitos nas subidas anteriores, fazendo um crono canhão de 1.59.611, o melhor de todo o fim de semana até essa altura. Já na 3ª e última subida de prova, o piloto Megamotors, volta  afazer mais e melhor, com outro tempo fabuloso de 1.59.351 à média de 105,57 km/h, sendo o 3º no seio da S.Challenge.
 
CLASSIFICAÇÃO FINAL GERAL SUPER CHELLENGE
1ºLuis Nunes – Skoda  Fabia
2ºMiguyel Martos – Peugeot 106 Maxi 
3ºBruno Carvalho – Citroen Saxo
4º MEGAMOTORS – JOSE CARLOS POUCA SORTE – MITSUBIHI LANCER EVO
 
CLASSIFICAÇÃO CATEGORIA S.CHALLEMNGE – GRP A
1ºLuis Nunes – Skoda Fabia
2º MEGAMOTORS – JOSÉ CARLOS POUCA SORTE -Mitsubishi Lancer Evo
3º Daniel Pacheco – Mitsubishi Lancer Evo
 
Depois da distribuição de prémios, o piloto Megamotors, José Carlos Pouca Sorte fez-nos o balanço da prova dizendo “ correu bem, estava receoso, que o carro não ficasse pronto, mas o esforço de toda a equipa do team Pouca Sorte, deu para acabar o carro, e fui ao pódio no seio da categoria, e por pouco que não fui ao pódio também em termos de classificação geral, falhou por pouco, mas foi um bom, fim de semana, com o resultado possível. E encontrar os acertos correctos para o carro não foi fácil, pois nunca aqui tinha corrido com o Mitsubishi e agora vamos começar a pensar na próxima jornada que será na Rampa da Falperra”.
 
DOIS FILHOS DE JOSÉ CARLOS POUCA SORTE PARTICIPARAM NA RAMPA DA ARRÁBIDA
 
Pela primeira vez, o piloto Megamotors, José Carlos Pouca Sorte teve os seus filhos Carlos e Bernardo a correr, e sobre isso disse-nos “ foi uma alegria enorme para mim ter os meus dois filhos a correr, o Carlos tem feito algumas provas, sempre com o BMW M 3, mas o Bernardo foi a primeira vez, que marcou presença ao volante dum Peugeot 106, que ainda está a evoluir, mas o meu filho portou-se bem, aliás o Carlos  também pois fizeram boas classificações, vamos agora a ver como vai ser para  a próxima prova na Rampa da Falperra, “ disse-nos José Carlos Pouca Sorte muito feliz com a participação dos filhos na Rampa da Arrábida.
 
RECORDE CARROS TRANSPORTADOS PARA A RAMPA DA ARRÁBIDA PELA MÍTICA FROTA DE TRANSPORTES
Na edição deste ano da Rampa da Arrábida, a Mítica Frota de Transportes assegurou o transporte de 27 – vinte e sete  participantes a 3ª jornada do Campeonato Portugal Montanha JC Group, na qual José Carlos Pouca Sorte falou-nos desta operação dizendo “ duma maneira correu bem, foram quatro camiões TIR da nossa empresa que fizeram este transporte, mas pela nossa parte correu tudo bem, mas pela parte do CM Setúbal – clube que organizou a Rampa da Arrábida,  as coisas não correram bem, eu gosto de colaborar com as organizações, faço tudo o que é preciso, mas tem também das organizações darem algumas facilidades, e infelizmente tal não se verificou com a organização da rampa da Arrábida. Logo na sexta feira, quando das verificações técnicas, que foram feitas numa concessão duma marca em Setúbal, a 11 km do local da prova, obrigaram a tirar os carros dos camiões, e depois ainda pedimos se havia uma hipótese de  se encontrar um carro da policia para fazer a escolita até ao local da rampa, isso para evitar ter de carregar os carros de novo. A verdade é que os responsáveis da CMSetubal, não arranjaram nada, tivemos de descarregar e voltar a carregar de novo os carros um esforço tremendo feito por todos os motoristas e mais alguns membros da equipa. Não acho bem essa atitude, e duma podem ter a certeza, esta situação não se vai repetir para o ano, ou tenho facilidades nas verificações, ou para 2024 deixam de contra com esta colaboração, cada piloto que  trate do transporte do seu carro….Depois a zona onde nos deixaram colocar a nossa motor home, longe de tudo e de todos, parece que estávamos isolados, fiquei com uma sensação que uns são filhos e os outros enteados. As pessoas nem  sonham o que foi ter de descarregar 27 carros de competição de quatro camiões TIR, e depois voltar a carregar, incrível para tudo isto ser verdade, e o que se pediu não custava nada, facilitavam a vida à gente. Depois no final da rampa da Arrábida,  foi “outro festival”, pois a distribuição de prémios acabou às 18 horas, mas os camiões só largam Setúbal eram 10 horas da noite, para fazer a viajem de regresso para a nossa base em Paredes, e para carregar os carros na berma da estrada foi um autêntico suplicio, com a policia constantemente a aborrecer, e a questão que aqui deixo ,  não havia a hipótese de se arranjar um local para podermos carregar os 27 carros???Penso que a organização este ano da Rampa da Arrábida esteve mesmo muito má, às tantas já cheguei a pensar, que deviam estar assustados com a quantidade de carros presentes, que chegaram perto duma centena, só do Nacional de Montanha foram sessenta carros, algo que já sucedeu com as jornadas anteriores da Rampa de Murça e da Penha. Assim, e volto a frisar, não faço este serviço com estas condições para 2024”, terminou José Carlos Pouca Sorte, principal responsável pela Mítica Frota de Transportes.
 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 22 de julho de 2024 – 03:00:39

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...