13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Campeonato Norte de Ralis - Rali Montelongo 2018

 

Com meia centena de inscritos e cerca de 62 km de troços cronometrados, a edição 2018 do Rali Montelongo, com a assinatura da Demoporto, animou as serras de Fafe.

 

Os vencedores do Rali Montelongo 2018

 

Luís Delgado consolida comando do campeonato

 

A dupla Luís Delgado/André Carvalho, em Citroën C2 S1600 consolidou, no Rali Montelongo, a liderança do Campeonato Norte de Ralis. Venceu a prova com um tempo total de 37m21.10s. André Ferreira e Alberto Silva estiveram durante toda a competição à altura dos acontecimentos, foram os únicos a conseguir dar alguma réplica e reservaram o segundo lugar do pódio, a 25,20s do vencedor. A regularidade de João Alves e José Rodrigues (Peugeot 106), valeu-lhes o terceiro lugar e a vitória entre os X1. José Adriano Costa, em Nissan Micra, manteve sempre a pressão sobre o piloto do 106, foi quarto à geral e segundo no grupo X1. Mário Castro e Ricardo Cunha, em Ford Fiest Ecoboost, únicos no grupo P2, fecharam o "top five". Nuno Alves e Bruno Machado completaram o pódio dos X1 e foram sextos à geral. Igual lugar na classe, mas P1, para a equipa do Peugeot 208, João Castela e João Leones, que foram sétimos na tabela geral. Tiago Macedo levou o Renault Clio 2.0 ao oitavo posto, mas conquistou a vitória nos X5. André Rodrigues, em Peugeot 206 foi nono enquanto Filipe Oliveira, primeiro no grupo X3, fechou o leque dos dez melhores da edição 2018 do Rali Montelongo.

Entre os X2, António Oliveira parece começar a “fazer as pazes” com o Peugeot 205 Gti venceu a categoria e foi 13.º à geral. Sérgio Freitas, com o Hyundai Getz, triunfou entre os Diesel.

 

Copa 106

 

A competição reservada aos Peugeot 106 XSI, que contou com um plantel de 12 carros, foi conquistada pela dupla Fábio Paço/Pedro Moura que deixou José Veiga, segundo classificado a 46,50s de diferença. Rafael Pereira fechou o pódio da categoria reservada à marca do leão.

 

Luís Delgado/André Carvalho (Citroën C2 S1600)

 

2.ª Secção (Resumo)

 

PEC 5 Montim 2 (6,92 km)

 

Luís Delgado e André Carvalho, entraram “com tudo” no arranque da 2.ª secção. Cumpriram a segunda passagem por Montim com um tempo de 3.43,40s, tirando cerca de 0,6s, ao registo conseguido de manhã. André Ferreira e Alberto Silva foram os segundos mais rápidos, mas com uma diferença de 09,10s. João Alves e José Rodrigues, com o Peugeot 106 mantiveram o terceiro posto e o comando entre os X1, mas muito perto de Ferreira. Lucas Simões (1.º X2) com o Megane RS mais colaborante corria “atrás do prejuízo”, foi quarto na especial e ficou a apenas 1,30s do 16 de Alves. João Castela entrou bem nesta 2.ª secção, rubricando o quinto melhor tempo.

 

Fábio Paço assegurou o melhor tempo na Copa 106, seguido por Rafael Ferreira e José Veiga.

 

PEC 6 Rio Vizela 3  (10,79 km)

 

Na segunda e derradeira passagem por Rio Vizela, Luís Delgado voltou a ser o mais rápido, com um tempo de 6,29.60s e parte para derradeira especial da prova com uma vantagem de 17,40s, sobre André Ferreira que foi segundo a 07,00s. João Alves, repetiu o terceiro melhor tempo e assegurou, até ao momento o fecho do pódio.

 

Lucas Simões manteve a mesma toada ofensiva. Foi quarto à geral e comanda o grupo X2. José Abriano Costa fechou o grupo dos cinco melhores. Mário Castro conseguiu o sexto melhor registo, seguido de Nuno Alves, Tiago Macedo (1º X5), João Castela e João Andrade, que por esta ordem assinaram os 10 melhores registo da penúltima especial do rali.

 

No grupo X3 o melhor tempo foi para Cláudio Ornelas, em Mitsubishi Lancer Evo III, com um tempo de 7,09.90s.

 

Na Copa 106 Fábio Paço voltou a assinar o melhor tempo, enquanto José Veiga, desta vez levou a melhor sobre Rafael Pereira, que por esta ordem reservaram três primeiro lugares na última classificativa da prova.

PEC 7 Gontim 2 (7,78 km)

 

Na última especial André Ferreira não teve argumentos para Luís Delgado, que voltou a registar o melhor crono, com um tempo de 4.56,50s. Ferreira foi segundo, mas com Lucas Simões a apenas 2,80s (primeiro X2). João Alves foi o quarto e José Adriano Costa quinto.

 

1ª Secção

 

Luís Delgado em Citroën C2 S1600 e André Ferreira aos comandos do Peugeot 208R2 discutiram entre si, a liderança da 1.ª secção do Rali Montelongo 2018, quinta prova pontuável para o Campeonato Norte de Ralis.

 

Ferreira entrou mais ao ataque, enquanto Delgado, optou por uma toada mais defensiva, “sobretudo porque estava sem pneus e não podia arriscar demasiado, à tarde já vou contar com um novo conjunto e tentar impor outro ritmo”, adiantou o piloto flaviense. Os 1,3s que separam esta dupla do grupo PSA deixa antever uma segunda secção bastante animada.

 

A dupla João Alves/José Rodrigues, em Peugeot 106 encerrou o pódio da manhã, mas foi primeira entre os X1. Sempre com um ritmo muito regular, Alves seguiu sempre de perto o duelo da frente, perdeu algum tempo na segunda passagem por Rio Vizela, devido a um furo, mas parte para  a secção da tarde com uma margem de 44,40s, para o Nissan Micra de José Adriano Costa, quarto à geral.

 

Mário Castro, em Ford Fiesta Ecoboost, fechou o top five da manhã. Ilderico Almeida, comanda no grupo X2 com um Triumph Dolomite, enquanto o Mitsubishi EVO V de Filipe Oliveira levou a melhor entre os carro do grupo X3.

 

Na Copa 106, Paulo Sousa superou a concorrência.

 

1.ª Secção (Resumo)

 

PEC 1 Rio Vizela 1 (10,79 km)

 

A dupla André Ferreira/Alberto Silva, em Peugeot 206 R2 assinou o melhor tempo absoluto na primeira passagem por Rio Vizela com um tempo de 6.41,00s. João Alves em Peugeot 106, ficou a 6,90s e primeiro no grupo X1. O comandante do campeonato, Luís Delgado rubricou o terceiro melhor tempo, 6.48,30s, a7,30s do melhor registo. Celso Moura e Tânia Machado, em Peugeot 205 Maxi foram quartos, mas dentro do mesmo segundo de Delgado.

 

O Skoda Fabia Tdi de Augusto Costa e Susana Silva, melhor entre os Diesel conseguiu o quinto melhor tempo. Lucas Simões, esteve melhor entre os X2 e foi sexto à geral.

 

PEC 2 Gontim 1 (7,78 km)

 

Luís Delgado (Citroën C2 S1600) e André Ferreira (Peugeot 206 R2), reclamaram o melhor registo na primeira passagem por Gontim, ambos com um crono de 5.30,4s. João Alves foi terceiro.

 

Augusto Costa foi novamente quarto e João Andrade em Citroën Saxo conseguiu o quinto melhor tempo. Nuno Alves foi sexto, seguido do Nissan Micra de José Adriano Costa.

 

Mário Castro em Ford Fiesta Ecoboost, foi o melhor entre os P2 e oitavo à geral. João Castela conseguiu a nona melhor passagem e Filipe Oliveira, em Mitsubishi EVO V fechou o top ten e foi o melhor no grupo X3.

 

Já no grupo X2, a melhor passagem foi assinada por Pedro Serôdio Jr, aos comando de um Renault Clio. Ainda neste grupo, registo para Lucas Simões, obrigado a “levantar o pé” por avaria mecânica no Renault Mégane RS.

 

PEC 3 Montim 1 (6,92 km)

 

Na primeira passagem por Montim, um troço já a permitir médias de velocidade superiores a 100 km/h Luís Delgado deixou o 206 R2 de André Ferreira a 04,50s e encurtando a diferença à geral para apenas 02,80s.

 

João Alves continou a seguir de perto a luta da frente. Terceiro à geral e tranquilo entre X1. Mário Castro e Nuno Alves, por esta ordem fecharam o top five de Montim.

 

Paulo Sousa destacou-se da concorrência na Copa 106, destina em exclusivos a modelos XSi.

 

PEC 4 Rio Vizela 2  (10,79 km)

 

Na última especial da manhã, Luís Delgado apostou forte e assumiu o comando do rali, deixou André Ferreira a 04,10s, partindo para a 2.ª secção com um vantagem de 1,30s sobre o 208Rs de Ferreira. João Alves continua a ser um expectador atento ao duelo à sua frente, apesar do furo neste troço consegue manter o terceiro posto na chega ao final da 1.ª secção.

 

Fábio Paço/Pedro Moura (Peugeot 106)

 

Fotos por: Digital Racing Photo

 

 

Periodicidade Diária

domingo, 18 de novembro de 2018 – 19:03:22

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...