16 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Rui Rijo com um ‘sabor doce amargo’ no Rali CAS Almancil-Boliqueime

 

 

O piloto da PoolShop Algarve, que foi, uma vez mais, navegado por Miguel Luz, concluiu a prova na quinta posição da geral, sendo quarto nas contas da Divisão 1 do Desafio Kumho. Um resultado que poderia ter sido o pódio caso não tivesse sofrido problemas mecânicos no seu Mitsubishi Lancer Evo VIII MR.

 

Rui Rijo continua a sua evolução e o Rali CAS Almancil-Boliqueime foi mais uma oportunidade para se colocar à prova, sendo que o resultado não era um objetivo a menosprezar, antes pelo contrário, já que o piloto tinha metas bem específicas, ainda para mais num tipo de superfície predileto.  Contudo o fator climatérico contrariou um pouco as expetativas nesta penúltima tirada do Campeonato Sul de Ralis, que contava ainda para os Desafios Kumho Sul e Terra.

 

Gosto muito de ralis de terra, por isso acho que todos eles são engraçados, apesar deste ser muito técnico”, começou por dizer o piloto da PoolShop Algarve, que depois destacaria as dificuldades que enfrentou ao longo da prova.

 

Rui Rijo explica o que se passou: “A chuva foi boa antes da prova, mas durante o rali tivemos um grave problema. Os três carros que seguiam à nossa frente, arrancaram na 4ª PEC e não chovia. Já quando nós arrancamos chovia torrencialmente. Para ajudar à ‘festa’ também partimos a transmissão traseira. E tivemos que gerir”.

 

 

“Na altura estávamos em luta com o Bica, em terceiro lugar. Achamos que éramos capazes de lá chegar. Mas infelizmente com a situação da transmissão partida não havia hipótese. Depois tive de abrandar um pouco o andamento e assegurar um bom resultado”, destaca.

 

O piloto da PoolShop Algarve admite que “o objetivo para esta prova era ficar à frente do Paulo Anselmo e do Viana Martins, para ver se ficávamos como o terceiro lugar do campeonato ‘à geral’. Se bem que ainda falta uma prova. Mas era importante atingir esse objetivo já. Por outro lado, mantivemos intactas as nossas aspirações a conquistar o título no Desafio Kumho Sul. Vamos dar tudo na derradeira prova para o alcançar!”.

 

Mas há motivos para Rui Rijo se mostrar contente.  “Uma coisa com que fiquei bastante satisfeito, e ainda tenho de tentar perceber porquê, a diferença para os pilotos da frente já começa a ser bastante inferior. Os outros pilotos não conheciam os troços, mas eu também não. Fizemos apenas três passagens em cada troço. O que me faz pensar na história dos reconhecimentos ilegais. Começo a achar que há muita gente que faz isso. Porque realmente aqui conseguiu-se ver que as diferenças entre nós e os da frente eram muito mais pequenas”.

 

 

Isto quer dizer que estamos no bom caminho. Vamos continuar a evoluir. Para o Rali Casinos do Algarve vamos ter uma surpresa. Vamos ter uma pessoa que nos vai ajudar um pouco”, sublinha o piloto da PoolShop Algarve, que a rematar refere: “Saio desta prova com um ‘sabor doce amargo’. Ficamos entre os cinco primeiros, que era o nosso objetivo no início do ano. Vamos agora apostar um pouco forte no ‘Casinos’. A ver se conseguimos reduzir estas diferenças para os pilotos da frente”.


 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 2 de dezembro de 2021 – 19:05:48

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...