16 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Rali de Viana do Castelo: Henrique Rodrigues de olhos postos nos pontos

 

 

Henrique Rodrigues e Daniel Rodrigues estão de volta. O Rali de Viana do Castelo será o próximo desafio da dupla do Mitsubishi Lancer EVI VII nesta sua época de regresso. Pontuar forte para subir na tabela do Campeonato Norte de Ralis e lutar pela primazia entre os Kumho são os dois principais objetivos.

 

Henrique Rodrigues e Daniel Rodrigues estão prontos para enfrentar novo desafio. Desta feita, rumam ao Alto Minho para a 9ª edição do Rali de Viana do Castelo, prova organizada pelo CAST e que integra o Campeonato Norte de Ralis, contando ainda para o 4º Desafio Kumho Portugal.

 

 

As expectativas da dupla duriense vão, segundo o piloto, de encontro “aquilo que tem vindo a ser o nosso principal objetivo como equipa durante todo este ano. Temos vindo a fazer uma adaptação gradual ao nosso carro, às notas de andamento e a tudo que rodeia os ralis. Neste rali de Viana do Castelo não vai ser diferente, sendo assim mais uma oportunidade para evoluir”, até porque, como o piloto reconhece, necessita ainda de “mais uns bons quilómetros para continuar a evolução no conhecimento do carro. Estivemos parados muito tempo e decidimos recomeçar com um carro que nunca tínhamos guiado e isso nota-se consideravelmente. Este projeto foi montado a dois anos e, como tal, este primeiro ano, de recomeço, está claramente virado para esta adaptação, mas, no entanto, tentamos sempre andar forte e felizmente tem tudo corrido de forma positiva”.

 

Quanto ao rali vianense, Henrique Rodrigues estabelece como fasquia“fazer um bom resultado, dentro do top dez absoluto da prova. Vamos com confiança. O carro tem estado sempre bem, devido à excelente equipa da Matos Competições e isso é meio caminho andado para o sucesso”.

 

Até porque a dupla está numa excelente posição para discutir a vitória final na Divisão 1 do Desafio Kumho Norte, sem enjeitar um lugar entre os primeiros do campeonato absoluto: “estamos agora numa posição que não esperávamos no início, quer na geral do CNR quer na Divisão 1 do Desafio Kumho. No campeonato, é possível vir a terminar no top seis final. Já na competição dos Kumho, podemos ainda chegar à vitória, sendo que neste segundo ainda podemos lutar pela vitória, o que vai muito além das nossas expectativas iniciais. Tem sido excelente, tendo em conta que não temos feito os ralis todos”.

 

A época foi planeada para um conjunto restrito de provas e, por isso mesmo, Henrique Rodrigues ainda não tem a certeza se “iremos estar a partida do Rali de Cerveira, última prova da temporada. Seria mais uma hipótese de lutar pelo título nos Kumho, mas vamos esperar para ver o que acontece em Viana”.

 

O 9º Rali de Viana do Castelo terá 55,82 quilómetros de troços cronometrados, integralmente disputados no ia de sábado, 27 de novembro.

 

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 2 de dezembro de 2021 – 19:30:28

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...