14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Campeonato Europeu Sub-17: Sofia Setim na segunda ronda de singulares; Noémia Jesus/Luísa Faria e Ricardo Silva/Ângelo Silva também vencem

A manhã de quinta-feira, iniciou-se com a primeira ronda de singulares femininos do Campeonato da Europa de Sub-17, onde duas jogadoras portuguesas tiveram sortes diferentes.
 
 Daniela Conceição foi a primeira a entrar em campo e não conseguiu ultrapassar a cipriota Elena Christodoulou. A jogadora lusa não começou muito bem mas venceu o segundo set e disputou o terceiro até ao fim (14-21, 21-14 e 19-21 - em 33 minutos).
 
 Já Sofia Setim, não deu qualquer hipótese à atleta italiana Roswitha Fragner, superiorizando-se por 21-9 e 21-13. A atleta vai agora defrontar a espanhola Maria del Carmen Casermeiro que afastou a romena Miruna Nitu na ronda inaugural (19-21, 21-11 e 21-8 - em 24 minutos).
 
 “O jogo correu muito bem. Não conhecia a minha adversária, mas entrei com garra no jogo e consegui ganhar. Amanhã vou jogar contra a espanhola, vou ter que me esforçar bastante e vou tentar dar o meu melhor” – confidencia Sofia Setim.
 
alt
  
  Contente com este resultado ficou Marco Vasconcelos, Seleccionador Nacional, não poupando a atleta nos elogios: “A Sofia [Setim] tem uma característica muito boa, é uma jogadora fria e sabe aquilo que quer. É uma atleta muito forte e que pode ir muito longe. Vai encontrar a espanhola na segunda ronda, sabemos que é uma adversária difícil e pode ser um jogo interessante para a Sofia.
 
 Em singulares masculinos, Hugo Batista e Duarte Anjo não conseguiram carimbar a passagem para a segunda ronda do Campeonato da Europa de Sub-17, a decorrer no Centro de Alto Rendimento das Caldas da Rainha.
 
 Hugo Batista cedeu diante do checo Adam Mendrek (9/16.º cabeça-de-série) por 21-9 e 21-12, num encontro realizado no court 2 e com a duração de 29 minutos.
 
 Marco Vasconcelos considera que apesar da qualidade do adversário estava à espera de um jogo mais equilibrado: “O jogo do Hugo [Batista] era difícil, o checo é muito forte, mas a equipa técnica estava à espera de um pouco mais do atleta português.
 
 Antes de Duarte Anjo entrar em acção contra o inglês Sam Parsons (3/4.º pré-designado) o técnico nacional já tinha alertado para um jogo com um grau de dificuldade muito elevado: “O próximo a jogar é o Duarte [Anjo] e o que podemos esperar é que dê o seu melhor e tente ao máximo. A nossa maior dificuldade é não conhecer o nosso adversário porque perdemos algum contacto. Falta-nos alguma experiência em competições como esta.
 
 No encontro acabou por não haver qualquer surpresa, com a vitória a sorrir ao atleta britânico pelos parciais de 21-14 e 21-18 (26 minutos).
 
 Para concluir, o responsável nacional e que enquanto atleta esteve presente em três edições dos jogos olímpicos, deixa uma mensagem aos jogadores: “Todos os atletas têm muito para aprender, ainda lhes falta alguma maturidade e algum espírito de sacrifício. Vamos adoptar outras medidas para estes jovens.
 
 Em pares femininos, Luisa Faria e Noémia Jesus conquistaram a passagem à segunda ronda do Campeonato Europeu de Sub-17, graças a uma vitória confortável sobre as italianas Roswitha Fragner e Judith Messner.
 
 As atletas lusas precisaram de 30 minutos para levar de vencida a dupla transalpina pelos parciais de 21-16 e 21-17. Foi a segunda eliminação no mesmo dia que Roswitha Fragner sofreu diante de atletas portuguesas, depois de ter sido afastada esta manhã por Sofia Setim na primeira ronda da competição de singulares (21-9 e 21-13).
 
 Para Luísa Faria a vitória lusa nunca esteve em causa: “Foi um jogo fácil. Entrámos bastante concentradas e percebemos o jogo da Itália e conseguimos ganhar.” Ideia confirmada por Noémia Jesus que explica a estratégia utilizada: “Tentámos perceber os pontos fracos das nossas adversárias e reparámos que uma delas era mais fraca, o que nos fez atacar e marcar muitos pontos.
 
 Foi uma estreia bastante positiva, uma vez que as duas atletas nunca tinham jogado juntas em competição: “Funcionamos bem. Temos algumas opiniões diferentes, mas damo-nos bem e fazemos com que resulte. Para o próximo jogo esperamos dar o nosso melhor. Na próxima ronda as duplas a evitar são sem dúvida a Inglaterra, Dinamarca e a Alemanha. Esperamos não nos cruzar com elas.” – concluí a jogadora Luisa Faria.
 
 Na segunda ronda, a partir das 14h00 desta sexta-feira, Luisa Faria e Noémia Jesus vão medir forças com uma dupla que ficou isenta na eliminatória anterior: as islandesas Sigridur Arnadottir e Margret Finnbogadottir.
 
 A atleta lusa Sofia Setim, em parceria com Mariana Araújo, entrou em campo pouco depois para defrontar a dupla espanhola constituída por Clara Azurmendi e Maria del Carmen Casermeiro. Um duelo ibérico, com meia hora de muita disputa e equilíbrio, mas que nos momentos decisivos as atletas portuguesas foram menos consistentes, acabando por ceder por 19-21 e 17-21.
 
 “Metade” deste confronto repete-se amanhã a partir das 10h30, com Sofia Setim a medir forças com Maria del Carmen Casermeiro, desta vez a contar para a segunda ronda de singulares.
 
 Na variante de pares masculinos, Ângelo Silva e Ricardo Silva inscreveram também o seu nome na segunda ronda, ao eliminaram os noruegueses Fredrick Kristensen e Magnus Christensen num encontro muito renhido como indica o resultado final: 21-16, 21-23 e 21-19 (45 minutos).
 
 Após o jogo, os atletas confirmaram que a diferença de estatura muitas vezes faz a diferença, mas provaram que é uma situação que com trabalho e espírito de sacrifício se pode contornar: “Foi difícil, um jogo muito equilibrado. Os nossos adversários eram muito altos o que dificultou muito a nossa estratégia de meter o volante. Fomo-nos abaixo no segundo set, tivemos alguns problemas, mas recuperámos e conseguimos ganhar” – refere Ricardo Silva.
 
 “É mais difícil quando os nossos adversários são mais altos do que nós. Foi um jogo difícil, mas fizemos o nosso melhor e foi bom ganhar. Para o próximo jogo vamo-nos preparar da mesma maneira de sempre: concentrarmo-nos ao máximo e darmos o nosso melhor.” – reforça Ângelo Silva
 
 Amanhã, a partir das 15h00 Ricardo e Ângelo voltam a entrar em acção frente aos checos Jaromik Janacek e Adam Mendrek.
 
 A este dia positivo para o Badminton nacional ainda se podem juntar Bernardo Atilano e Hugo Batista que a qualquer momento entram em campo para tentar levar de vencidos os dinamarqueses Patrick Bjerrgaard e Peter Cornnell. 
 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 18 de novembro de 2019 – 14:46:54

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...