13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

2ª etapa do Campeonato Nacional ALMA 2017 - Rodrigo Carrajola vence na Ericeira

 

 

A praia de Ribeira d’Ilhas, na Ericeira, foi hoje pela primeira vez palco de uma competição de Bodysurf. Apesar das condições desafiantes da segunda etapa do Campeonato Nacional de Bodysurf ALMA 2017, com o vento a instalar-se desde cedo, as direitas compridas de Ribeira d’Ilhas convenceram os atletas ao longo do dia, que terminou com a vitória de um dos mais jovens bodysurfers nacionais, Rodrigo Carrajola.


«Foi muito bom virmos à Ericeira, à praia de Ribeira d’Ilhas, sobretudo porque abrimos um capítulo novo na história do Bodysurf em Portugal. Foi a primeira etapa que foi feita num fundo de pedra, numa onda que em teoria não seria uma onda de Bodysurf mas que na realidade acabou por demonstrar ser uma onda muito interessante, apesar de hoje as condições não terem estado perfeitas», salientou o organizador, António Pedro, da Associação Surf Social Wave.


João Brogueira, atleta local da Ericeira, foi um dos destaques da prova, conquistando o segundo lugar neste campeonato. Depois da vitória no Campeonato Europeu de Bodysurf, que se realizou no mês passado em Peniche, em casa o atleta valeu-se da sua experiência e condição física para protagonizar algumas das ondas melhor pontuadas ao longo da prova. Na final acabaria por ser surpreendido por Rodrigo Carrajola, um dos atletas mais jovens do circuito que alcançou na Ericeira a sua primeira vitória.

 


«Estou muito feliz por ter conseguido esta vitória, o nível estava altíssimo e tivemos boas ondas durante todo o evento. Em todos os heats tive alguma dificuldade para avançar mas dei sempre o meu melhor e no final fui recompensado», resume o vencedor. Com este resultado e o quinto lugar alcançado na primeira etapa, em Peniche, Rodrigo Carrajola passa a liderar o ranking e afirma estar na luta pelo título de Campeão Nacional de Bodysurf, detido por Miguel Rocha, que nesta prova terminou em quinto lugar. O pódio ficou completo com Filipe Correia, em terceiro lugar, e António Stott, em quarto lugar, atletas que demonstraram muita consistência ao longo do dia.


Com um nível de Bodysurf cada vez mais elevado e vários candidatos ao título, o Campeonato Nacional de Bodysurf ALMA 2017 continua em Junho, nas ondas de Cascais, com o mesmo espírito único que caracteriza a família do Bodysurf!

 


Resultados finais:
1º lugar – Rodrigo Carrajola (15 pontos)
2º lugar - João Brogueira (14,60 pontos)
3º lugar – Filipe Correia (12,25 pontos)
4º lugar – António Stott (10,25 pontos)


Ericeira Pro foi a segunda das cinco etapas que compõem o Campeonato Nacional de Bodysurf ALMA 2017. O Campeonato Nacional de Bodysurf ALMA 2017 segue para Cascais em Junho:


• Peniche Pro - 14 de Abril – Pico da Mota - Peniche
• Ericeira Pro - 14 de Maio – Praia de Ribeira d’Ilhas - Ericeira, Mafra
• Cascais Pro – 17/18 de Junho – Praia de Carcavelos/Guincho – Cascais
• Ocean Spirit Santa Cruz Pro-15/16 de Julho – Praia de Santa Cruz – Torres Vedras
• Vagueira Pro - 9/10 de Setembro – Praia do Labrego – Vagos


Este campeonato só é possível com o apoio das Câmaras Municipais de Cascais, Mafra, Torres Vedras, Vagos e Peniche, do Centro de Alto Rendimento de Surf de Peniche, da Península de Peniche Surf Clube, da Associação de Surf Sealand de Santa Cruz, do Ericeira Surf Clube, da ALMA, da Xcel, da Dafin, das águas da Fonte Viva, da VitaCress, da Espumantaria, da UCA e da Caruma, marcas de handplanes, da Surfrider Foundation Europe Lisboa, dos parceiros de media MEO Beachcam e Vert Mag, da Federação Portuguesa de Surf, da Associação Surf Social Wave* que assume a organização deste campeonato e sobretudo dos bodysurfers que são o maior incentivo para levar este campeonato mais longe.


* A Associação Surf Social Wave é uma associação sem fins lucrativos criada recentemente que atua na área do surf, contribuindo através da prática deste desporto e de todas as valias que o mesmo traz, quer do ponto de vista da capacitação física, quer do ponto de vista da aquisição de competências, para a melhoria de vida de três segmentos da sociedade em situação de exclusão social ou em risco de exclusão. Atua com crianças entre os 10 e os 14 anos, com adolescentes e ainda com pessoas em situação de desemprego. Este é um projeto estruturante e estruturado, que está alavancado nos principais parceiros do surf em Portugal e conta com parceiros institucionais. A Associação Surf Social Wave aposta também na organização do Bodysurf como forma de adquirir sustentabilidade para os seus projetos.
 

 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 26 de abril de 2019 – 00:17:11

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...