13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Red Bull Climbing Into The Light - escalada do maior tecto do mundo

Duas das maiores lendas internacionais da escalada concluíram com sucesso uma aventuramarcante nas profundezas da Terra - o Red Bull Climbing Into The Light. Este verdadeiro marco entrou diretamente para a história da escalada, colocando no mapa a caverna de Majlis al Jinn - no sultanato de Oman. O desafio envolveu grandes riscos, mas terminou com todos os objetivos alcançados.

 

Claramente motivados pela possibilidade de estabelecer um novo marco dentro do seu desporto de eleição - a escalada - o alemão Stefan Glowacz e o norte-americano Chris Sharma juntaram-se para desafiar todos os limites no Red Bull Climbing Into The Light. Contrariamente ao que é habitual, esta dupla não se encaminhou para as alturas-apostando antes numa original aventura até às profundezasda Terra.

 

O destino foi o sultanato do Oman, mais concretamente a caverna de Majlis al Jinn, situada na zona oriental da cadeia montanhosa de Hadschar. Este é um local mítico para os amantes da escalada onde se pensa existir o maior “tecto” do mundo, algo que estava ainda por explorar. Uma vez que não existem entradas de acesso a esta gruta ao nível do solo, os dois atletas iniciaram a expedição com um rappel livre de 160 metros.

 

Da escuridão total da base da caverna, os aventureiros regressaram à superfície enfrentando o desconhecido. O culminar do percurso consistiu em vencer os cerca de 300 metros do tecto, numa rota de 13 pontos de dificuldade extrema (7c+ e 8b+) e uma inclinação por vezes superior a 45 graus. Glowacz acabou por sofrer uma lesão grave nas mãos, na sequência de uma queda, depositando todas as esperanças de sucesso da expedição no seu companheiro.

 

Por três vezes vencedor do prestigiado título internacional de Rock Master, o alemão Stefan Glowacz transformou-se numa lenda vida da escalada depois de conquistar um conjunto de rotas de dificuldade extrema em Roraima Tepui e na ilha de Baffin. Já o norte-americano Chris Sharma foi ainda mais além ao desbravar algumas das mais duras rotas conhecidas, com destaque para “La Dura Dura” (9b+) e a “Jumbo Love” (9b). Nas suas palavras, “foi uma experiência incrível escalar a cavernade Majlis al Jinn, pois trata-se de uma rota com caraterísticas únicas. A descida até à escuridão absoluta e depois o regresso à luz foram marcantes. Com esta aventura ficou estabelecido um novo marco na escalada”.

 

Fotos: Klaus Fengler | Red Bull Contentpool

Periodicidade Diária

domingo, 24 de março de 2019 – 19:51:00

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...