António Maio de novo entre os primeiros no Dakar

 

 

Piloto da Yamaha continua firme no Top 30 da classificação geral

 

António Maio está de regresso às classificações de topo ao terminar no quinto lugar da classificação G2 a 11ª etapa do Dakar 2020, que foi também a última parte da jornada maratona. A especial contou com 379 km disputados ao cronometro num dia que totalizou 744 km cumpridos entre Shubaytah e Haradh. Mais uma vez o piloto apoiado pela Marcolino Sebo alcançou um resultado que lhe permite reforçar o 12º posto da classificação geral G2 e manter-se firme no 27º lugar absoluto da geral das motos.

 

 

Nesta que foi a penúltima etapa do Dakar 2020, o capitão da GNR não registou dificuldades de maior num trajeto onde as dunas foram uma constante: “o dia correu bem. Hoje o percurso era composto praticamente só por travessias de dunas, uma etapa realmente bonita.  Estava tudo a correr bem quando me apercebi ao km 120 que tinha ficado sem gasolina no depósito da frente. Assim, tive que desacelerar e gerir bem o combustível que tinha até ao reabastecimento. Foi à justa porque cheguei apenas com meio litro de gasolina. Depois atestei a mota e continuei a dar o meu melhor. Amanhã é a última etapa deste Dakar 2020 e vamos continuar a trabalhar chegar ao fim com um bom resultado”, adiantou António Maio.

 

Amanhã realiza-se a última especial deste Rali Dakar 2020. A 12ª etapa cumpre-se entre Haradh e Qiddiya e vai contar com 374 km disputados ao cronometro. Será o derradeiro dia desta grande aventura que se cumpriu pela primeira vez na Arábia Saudita. Para terminar a prova será realizada uma especial de 20 km que vai selecionar, sem impacto na classificação geral, o vencedor do “Qiddiyah Trophy”.

 

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...