18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Francisco Rocha assina primeira vitória portuguesa no quadro principal do Grupo RE/MAX Lounge Setúbal Open

 
- Marincas, Oliveira e Falcão passam qualifying
Francisco Rocha venceu um compatriota e tornou-se no primeiro jogador “da casa” a aceder à segunda ronda do quadro principal de singulares do Grupo RE/MAX Lounge Setúbal Open, composto por 14 tenistas portugueses. Este torneio internacional de 25.000 dólares acontece no Clube de Ténis de Setúbal entre os dias 17 e 24 de setembro com os apoios da Federação Portuguesa de Ténis e da Câmara Municipal de Setúbal.
 
Convidado pela organização para o quadro principal, Francisco Rocha (1264.º classificado no ranking ATP) impôs-se no duelo com Duarte Vale (619.º) em duas partidas, por 6-3 e 6-4.
 
Resolvido em 1h59, o derradeiro encontro desta terça-feira colocou frente a frente dois jogadores que optaram por estudar Economia nos Estados Unidos da América — Rocha licenciou-se na Middle Tennessee State University, Vale na University of Florida.
 
Com esta vitória, Francisco Rocha marcou encontro na segunda ronda com Kalin Ivanovski. O tenista da Macedónia do Norte ocupa o 330.º lugar no ranking, defende o estatuto de quinto cabeça de série e superou Sascha Gueymard Wayenburg por 6-4 e 6-4.
 
14 dos 32 nomes que compõem o quadro principal de singulares do Grupo RE/MAX Lounge Setúbal Open são portugueses, mas dois deles foram eliminados esta terça-feira.
 
Uma semana depois de conquistar o primeiro ponto ATP da carreira, Martim Simões (que terá ranking na próxima segunda-feira) lutou de igual para igual e deu muito trabalho a Clement Chidekh (415.º), mas o francês acabou por recuperar e graças aos parciais de 4-6, 6-3 e 6-2 confirmou o estatuto de sétimo cabeça de série.
Já na reta final, e com honras de court central, Diogo Marques voltou a competir em casa, no “seu” Clube de Ténis de Setúbal, e também apresentou boa réplica antes de perder por 6-4 e 6-3 com o norte-americano Dali Blanch (810.º) num encontro decidido por um break em cada set.
 
Horas antes, a fase de qualificação ficou fechada com o apuramento de três jogadores lusos.
O tenista em maior destaque foi Daniel Marincas, que "furou" pela primeira vez um qualifying ao superar o quarto cabeça de série, o espanhol Ricardo Villacorta (1399.º), pelos parciais de 6-1, 3-6 e 10-6. A participar pela 10.ª vez num torneio profissional, o algarvio de 18 anos marcou encontro com Daniil Glinka (718.º), da Estónia.
 
Tal como ele, também Francisco Oliveira (7-6[3] e 6-4 ao israelita Niv Zuckerman) e Gonçalo Falcão (6-3 e 6-2 contra o compatriota André Stewart) conseguiram o apuramento.
 
Na quarta-feira irão a jogo os 10 tenistas portugueses que ainda não se estrearam no quadro principal, com destaque para mais três encontros entre compatriotas: Frederico Silva contra Francisco Oliveira, Tiago Pereira frente a Afonso Portugal e Pedro Araújo perante Fábio Coelho.
 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 19 de julho de 2024 – 06:45:31

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...