18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Desclassificação de Sérgio Marques no Título Mundial de Grupos de Idade – Ironman Hawaii 2019

 

A Federação de Triatlo de Portugal (FTP) vem por este meio esclarecer algumas questões que geraram controvérsia relativamente ao título mundial do triatleta Sérgio Marques:

 

a) Em primeiro lugar é de realçar que Sérgio Marques, através da sua carreira exemplar, contribuiu para a promoção do Triatlo em Longa Distância durante os últimos 20 anos. Como forma de reconhecimento da sua carreira desportiva, o triatleta foi homenageado com o prémio de carreira, no 30.º aniversário da Federação de Triatlo de Portugal;

 

b) O contributo do triatleta para a longa distância, reforçado pela vitória no Campeonato do Mundo de IRONMAN 2019 no Hawaii, no escalão não profissional, originou também a sua nomeação por parte desta instituição federativa para o prémio de personalidade do ano para a Gala da Confederação de Desporto de Portugal. Entendemos que esta nomeação não pode ser desacreditada por pormenores administrativos;

 

c) Desde 2017 que o atleta Sérgio Marques prescindiu da licença Profissional de Ironman, por não conseguir compatibilizar a sua carreira profissional com a desportiva. Esta situação não implicou um abandono da carreira desportiva, mas uma alteração de estatuto, passando, desde essa data, a competir como atleta Age Group, situação que a Federação de Triatlo de Portugal tem validado anualmente e sempre que o atleta participa em provas IRONMAN;

 

d) Imbuído do espírito de promoção da modalidade, Sérgio Marques participou no IRONMAN 70.3 Cascais Portugal deste ano, sem conhecimento que lhe tivesse sido atribuída uma inscrição profissional. De clarificar ainda que, no que concerne à atribuição de licenças profissionais ou amadoras, cabe à Federação de Triatlo de Portugal a função de validar ou emitir previamente qualquer licença necessária à inscrição de atletas portugueses em provas IRONMAN, o que não se verificou neste caso;

 

e) A participação de Sérgio Marques no IM 70.3 Cascais na categoria Profissional, facto desconhecido pelo próprio, resultou na desqualificação do atleta no Campeonato do Mundo do Hawaii 2019;

 

f) Apesar de todo o esforço empreendido pelo atleta e pela Federação de Triatlo de Portugal para manter o título junto da World Triathlon Corporation, não foi possível reverter a situação;

 

g) A FTP lamenta o sucedido e tudo fará junto das diversas entidades para que situações semelhantes não voltem a ocorrer;

 

h) Tendo consciência que o título alcançado por Sérgio Marques está defendido pela verdade desportiva, a Federação de Triatlo de Portugal deseja, acima de tudo, poder ver o atleta novamente no lugar mais alto do pódio no Hawaii já em 2020, disponibilizando-lhe todo o seu apoio, reforçado pela força demonstrada pela comunidade triatleta nacional.

 

Periodicidade Diária

sábado, 20 de julho de 2024 – 22:07:15

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...