12 anos ao serviço do Desporto em Portugal

nº 33 – Bermudas 2017 / AC35

 

O que se passou nas Bermudas nos últimos tempos…

 

O místico local para navegantes, foi palco da 35ª Edição do America’s Cup, uma das mais antigas provas de vela do mundo, sendo que a sua primeira edição remonta a 1851.

 

O AC35, começou com a AC World Series que percorre os países de origem das equipas concorrentes, para lhes dar a oportunidade de fazer a competição nos seus portos.

 

O America’s Cup tem uma característica particular, em que existe a equipa (na vela usa-se o termo sindicato) que é detentora da Taça ou Defender (quem ganhou a última edição) e a de Challenger que vai a desafiar o detentor.

 

Para apurar o Challenger, é feita a prova Louis Vuitton em que o vencedor é quem desafia o Defender. O Challenger além de poder pontuar em casa e ao longo da AC World Series, agora nas Bermudas é que se decide o campeão da Louis Vuitton Cup.

 

Nesta edição tínhamos a equipa Norte-Americana “Oracle Team USA” como detentor e como desafiante os Neozelandeses “Emirates Team New Zeland”, também conhecidos no mundo da vela pelos Kiwis.

 

A batalha para chegar ao desafiante foi muito dura, pois participaram os melhores skippers e velejadores do mundo em catamarãs AC45F (com 45 pés e hidro-foils):

 

·         Artemis Racing

·         Groupama Team France

·         Land Rover BAR

·         SoftBank Team Japan

·         Emirates Team New Zeland

 

Este evento também passa por mais classes de veleiros, além da prova principal:

 

·         The Red Bull Youth America’s Cup – com 12 equipas de jovens a competir

·         America’s Cup J Class Regatta – com veleiros de grande porte, os conhecidos “Classe J”

·         America's Cup Superyacht Regatta – veleiros Iate de grande porte

·         America's Cup Endeavour Junior Regattas – estes velejadores são ainda mais jovens, com idades inferiores a 15 anos, participando no apuramento 164 concorrentes.

 

Voltando à prova principal, o Detentor “Oracle Team USA” desta vez passou a Taça América para as mãos do “Emirates Team New Zeland”, após perder 8 regatas contra os Neozelandeses que somente perderam uma contra o sindicato americano.

 

Nesse momento o “Emirates Team New Zeland” passou a ter o estatuto de Defensor.

 

Agora começam a ser definidas as regras das AC36.

 

Texto: Pedro MF Mestre

 

 


 

domingo, 20 de agosto de 2017 – 09:57:37

Pesquisar

Reportagens fotográficas em preparação

A decorrer até 20 de agosto

- 24ª Concentração Internacional de motos em Góis

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...