18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Global Games: Portugal é campeão do mundo

Portugal encerra hoje, 9 de junho, a sua participação nos Global Games com mais sete medalhas, uma das quais histórica, a coletiva de campeão do mundo em masculinos. No total, o atletismo adaptado nacional conseguiu 17 medalhas para Portugal e ainda um recorde de Portugal T20, nos 1500 metros.
 
Na história da competição este é o segundo melhor resultado de sempre em termos de número total de medalhas (19 medalhas em 2004 e 21 em 2015). Além do inédito primeiro lugar coletivo em masculinos, a equipa nacional conquistou ainda outra medalha de ouro, por Lenine Cunha, no triplo-salto; dez de prata; e cinco de bronze.
 
“O ambiente e espírito de entreajuda foram fantásticos e tornaram-se ainda mais com a conquista deste título por equipas. Em termos individuais, aumentámos significativamente o número de medalhas comparativamente com a última participação nos Global Games. Saímos desta competição com bons indicadores para a participação nos Campeonatos do Mundo WPA, em Paris 2023. Assistimos também a uma evolução significativa nas provas paralímpicas nesta área (de deficiência intelectual). Saímos desta competição com um saldo muito positivo, mas com a consciência de que Paris será muito competitivo”, refletiu o team leader e coordenador do atletismo adaptado na Federação Portuguesa de Atletismo, José Silva.
 
Na jornada de hoje conquistaram a prata Sandro Baessa, nos 800 metros, com o tempo de 1m52,75s; Igor Oliveira, nos 200 metros, com a marca de 22,43s (v: -2,7m/s); Inês Fernandes, no lançamento do martelo, com a marca de 36,24 metros; e a estafeta de 4×400 metros, composta por Carlos Freitas, Sandro Baessa, Igor Oliveira e Lenine Cunha, com o tempo de 3m29,94s. Ana Filipe conquistou a medalha de bronze nos 100 metros barreiras, com a marca de 16,94s.
 
Ana Filipe classificou-se ainda em quinto lugar no salto em comprimento, com a marca de 5,28 metros, prova na qual participou também Cláudia Santos, que terminou em oitavo lugar, com a marca de 5,16 metros. Lenine Cunha classificou-se também na quinta posição no salto em comprimento masculino, com a marca de 6,30 metros. Paulo Benavente e Cristiano Pereira terminaram os 5000 metros, respetivamente em 18.º e 19.º lugar, com as marcas de 16h53m88s e 16h55m01s. Joana Silva desistiu nos 3000 metros.
 
Coletivamente a equipa feminina classificou-se no 8.º lugar.
 

Periodicidade Diária

sábado, 20 de julho de 2024 – 22:38:58

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...