18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Força Aérea em complexa operação resgata dois doentes de diferentes embarcações

Força Aérea em complexa operação resgata dois doentes de diferentes embarcações
 
A Força Aérea resgatou duas pessoas de duas embarcações diferentes durante o dia de ontem, 29 de abril, em complexas operações de salvamento.
 
Pelas 4h00 desta madrugada, a tripulação do helicóptero EH-101 Merlin descolou da Base Aérea N.º 4, nos Açores, para resgatar um doente que se encontrava a bordo do navio cruzeiro “SCARLET LADY”, a navegavar a 272 quilómetros das Lajes, na Ilha Terceira.
 
Imediatamente após o resgate, a tripulação da Força Aérea rumou ao Aeroporto de Ponta Delgada, onde uma ambulância de Suporte Imediato de Vida aguardava o doente para posterior encaminhamento para a unidade hospitalar local.
 
Sem perder tempo, a mesma tripulação descolou rumo ao segundo resgate, que ocorreu a 340 quilómetros de Ponta Delgada. Este segundo doente foi resgatado do veleiro “GRAIN DE SAIL II” e transportado para a Ilha de São Miguel, nos Açores.
 
Concluídos os salvamentos, a tripulação regressou à Base Aérea N.º 4 pelas 12h40, após quase nove horas desde o início da primeira missão.
    
Ambos os resgates foram complexos, obrigando a um esforço duplo da tripulação. A gravidade clínica do paciente na primeira missão obrigou à execução de quatro operações de içagem por guincho, implicando que o Enfermeiro militar descesse à embarcação juntamente com o Recuperador-Salvador para a colocação da maca e para a posterior retração do Enfermeiro, do Recuperador-Salvador e do paciente em maca. As referidas manobras obrigaram à permanência na área de operações durante aproximadamente 25 minutos.
 
Relativamente à segunda missão, atendendo à condição física frágil da vítima, o doente foi recolhido à vertical da embarcação, manobra que, por se tatar de um veleiro, se revestiu de um elevado grau de dificuldade e perigosidade, exigindo uma extrema perícia, coordenação e confiança entre todos os tripulantes envolvidos.
 
Ambas as missões foram uma manifestação de abnegação e bem servir dos militares da Força Aérea, em particular dos tripulantes da Esquadra 752 - "Fénix" que garantiram que as duas complexas missões fossem concluídas com sucesso.
    
O resgate contou com a coordenação do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada) e do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento das Lajes (RCC Lajes).
 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 14 de junho de 2024 – 08:24:23

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...