15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

‘Joint-venture’ vai fabricar 50 mil motos por ano - CFMoto produz as novas KTM

 

 

Com a cerimónia oficial de abertura da nova unidade fabril, criada de raiz em Hangzhou, capital da província chinesa de Zhenjiang, deu passo importante a ‘joint-venture’ entre a CFMOTO e a KTM, que, através da marca KTM R2R, está preparada para fabricar 50 000 motos por ano, de 10 modelos diferentes.

 

 

Máquinas destinadas ao mercado asiático mas também para a Europa, América do Sul e Australásia, ajudando assim o grupo austríaco a cumprir a meta de produzir 400 mil motos (KTM, Husqvarna e Gas Gas) em 2020.

 

 

A ligação entre as duas marcas, iniciada em 2011 com a importação e distribuição da KTM na China a cargo da CFMOTO, foi intensificada em 2013 com o fabrico das KTM 200 e 390 Duke para o mercado chinês.

 

Agora, da fábrica localizada 200 quilómetros a sudoeste de Shangai, vão sair motos para todo o Mundo, nomeadamente as KTM 790 Duke e 790 Adventure, com o bloco LC8c, de 2 cilindros paralelos, mas também o novo modelo da CFMOTO, antecipada na ‘concept-bike’ V.02 NK.

 

Protótipo desenvolvido pelo atelier do genial Pierluigi Marconi, anteriormente ligado à Bimota, Aprilia ou Benelli, onde criou marcos importantes da história do motociclismo, e que será equipado com o comprovado bloco LC8.

 

Motor de reputação confirmada no off-road (venceu o Rali Dakar em 2002) como na estrada, sendo base da família Duke, Super Duke e Adventure.

 

Devidamente evoluído por uma equipa conjunta de técnicos chineses e austríacos, o biciclíndrico em V, a 75º, com 999 cc, deverá crescer até aos 1080 cc, oferecendo potência máxima na ordem dos 120 cavalos.

 

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 22 de setembro de 2020 – 07:50:10

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...