18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Jogos Europeus - Resumo do dia

 
Equipa Portugal apurada para as meias-finais do torneio feminino de Futebol de Praia nos Jogos Europeus
A Equipa Portugal entrou a ganhar à Chéquia (5-1) no torneio feminino de Futebol de Praia dos Jogos Europeus e já está apurada para as meias-finais, decidindo amanhã com a Polónia quem ganha o Grupo A. Também bem encaminhada está a equipa masculina, vitoriosa frente ao Azerbaijão (5-2) e a depender apenas de si para também marcar presença nas meias-finais – a decisão será igualmente com a Polónia.
 
A seguir o resumo do dia da Equipa Portugal em Cracóvia-Malopolska 2023.
 
BADMINTON
Bernardo Atilano terminou a sua participação na competição de Badminton dos Jogos Europeus Cracóvia-Malopolska 2023, com o 3.º lugar no grupo C, ficando assim fora dos oitavos-de-final.
 
Na última jornada da fase de grupos, o jogador da Equipa Portugal (83.º do ranking) perdeu com o francês Toma Popov (27.º e 3.º cabeça-de-série nos Jogos Europeus), em dois “sets”, com os parciais de 6-21 e 8-21.
 
Bernardo Atilano repete assim o 17.º lugar de há quatro anos, em Minsk 2019, onde também venceu um jogo e perdeu dois, não dobrando a fase de grupos.
 
Bernardo Atilano: “Saio daqui com um sentimento agridoce. Vinha para esta competição com expectativas, tendo em conta o grupo e porque queria melhorar o resultado de Minsk2019, que agora igualei. Podia ter feito mais. Noutra perspetiva, este torneio aumentou de nível, está uma categoria acima e até vou sair com mais pontos do que esperava, porque ganhei um jogo. Nem tudo é negativo. O Popov é um dos melhores do mundo neste momento e tenho a certeza que vai longe nesta competição.”
 
BOXE
Rita Soares finalizou esta quarta-feira a competição de Boxe (-50 kg) nos quartos-de-final, com uma derrota frente à espanhola Laura Fernandez, o que lhe valeu o 5.º lugar final.
 
Os cinco juízes do combate atribuíram a vitória à atleta espanhola por unanimidade, nos três “rounds” de três minutos cada um, pelo que o resultado final ficou em 5-0.
 
Neste combate de acesso às meias-finais, Rita Soares jogava a possibilidade de garantir uma das quatro medalhas em disputa (ouro-prata-bronze-bronze) e também um dos quatro lugares de qualificação direta para os Jogos Olímpicos Paris 2024 em disputa nestes Jogos Europeus. Em caso de qualificação olímpica, Rita Soares seria a primeira mulher em Portugal a consegui-lo e a segunda atleta do Boxe português em toda a história, depois de João Manuel Miguel participar em Moscovo 1980. 
 
Rita Soares: “Foi um combate difícil e não cumpri com as minhas expectativas. Já foi um grande feito chegar aqui, tendo em conta as condições com que treinamos e tendo sido a minha primeira participação a este nível.” Sobre a possibilidade não realizada de se qualificar para Paris 2024, a atleta da Equipa Portugal disse: “Vou conseguir ter mais dois momentos para conseguir este passaporte tão desejado, e é continuar a treinar e melhorar.” O seu objetivo final é “chegar a Paris e abrir portas para permitir a outros atletas poderem sonhar com o Boxe nos Jogos e melhorar a situação que o nosso País atravessa na modalidade, que creio irá mudar em breve.”
 
FUTEBOL DE PRAIA
A equipa feminina iniciou hoje o grupo A (três equipas) e já está apurada para as meias-finais, depois da vitória sobre a Chéquia (5-1). Inês Cruz adiantou Portugal no marcador a meio do primeiro período, com o segundo período a registar um golo para cada equipa – Cristiana Costa marcou para Portugal e quase de seguida a Chéquia reduziu por Martina Folprechtova – e ainda um autogolo de Lucie Hruskova que colocou a vantagem em 3-1 para Portugal. Nos últimos 12 minutos, as jogadoras portuguesas ampliaram a vantagem, com o 4-1 conseguido na conversão de uma falta por Melissa Gomes. Sensivelmente a meio do terceiro período Cristiana Costa voltou a acertar na baliza da Chéquia para fazer o 5-1, resultado com que o jogo terminou. Amanhã, a seleção feminina também encontra a Polónia – já apurada para as meias-finais – para decidir o 1.º lugar do grupo.
 
Alan Cavalcanti, selecionador nacional: “O nosso objetivo é sermos campeões. O primeiro objetivo já foi conseguido, que era estar nas meias-finais, e amanhã é ganhar para passarmos em 1.º e pensar no objetivo da medalha de ouro. O primeiro jogo é sempre difícil, pela ansiedade, mas elas corresponderam bem, numa areia muito pesada, por causa da chuva.”
 
Dois jogos, duas vitórias para a seleção masculina de Futebol de Praia na fase de grupos (quatro equipas cada um) dos Jogos Europeus Cracóvia-Malopolska 2023, desta vez frente ao Azerbaijão por 5-2. Os azeris foram os primeiros a inaugurar o marcador, aos seis minutos, com golo de Orkhan Mammadov, e só no início do segundo período Portugal chegou ao empate, com golo de Ruben Brilhante. Depois Bê Martins marcou a fechar o segundo período e colocou a equipa portuguesa em vantagem. No terceiro e último período o seu irmão Leo Martins marcou o 3-1 e Miguel Pintado ampliou a vantagem para 4-1. O Azerbaijão ainda viria a reduzir para 4-2, aos 31 minutos, com bis de Mammadov, mas Leo Martins também somou o seu segundo golo da tarde e fechou a contagem para a vitória de Portugal por 5-2. A fase de grupos no torneio masculino termina amanhã com o Portugal-Polónia e há contas a fazer, porque a Espanha derrotou os polacos esta semana (6-1).
 
Mário Narciso, selecionador nacional: “O torneio está a decorrer dentro daquilo que já esperávamos. Conhecíamos bem a Espanha e o Azerbaijão, sabíamos que o jogo da Espanha ia ser mais difícil, porque é fisicamente forte como o Azerbaijão, mas tecnicamente melhor. O jogo acabou por se tornar mais fácil, porque tivemos a felicidade de fazer três golos sem resposta. Com o Azerbaijão encontrámos uma equipa muito lutadora, que se empertiga e se agigante sempre que joga connosco. Amanhã jogamos com a Polónia, neste momento temos seis pontos, a Espanha tem três e tem um jogo [Azerbaijão] que quase de certeza vai ganhar e fará seis pontos também. Se por acaso a Polónia nos ganhasse, para passar teria de conseguir quatro golos de diferença. Penso que isso não vai acontecer, mas não estamos apurados ainda, temos de jogar.”
 
TEQBALL
Dia de estreia do Teqball nos Jogos Europeus Cracóvia-Malopolska 2023 com a competição de singulares femininos e a presença no quadro competitivo da portuguesa Carla Couto. Apesar da sua experiência internacional, com 145 internacionalizações pela seleção nacional de futebol feminino, Carla Couto entrou nervosa para o primeiro jogo da fase de grupos e o resultado demonstrou isso, com uma derrota por duplo 11-12 frente à checa Iva Burvalova. No segundo jogo, a portuguesa mostrou-se mais confiante e foi por isso sem grande surpresa que venceu as duas rondas perante Adriana Kecerova, da Eslováquia, por 12-5 e 12-6. A fechar o grupo C, Carla Couto defrontou a romena Kinga Barabasi, sabendo que seria a adversária mais complicada, o que se confirmou pelo resultado final de 7-12 e 4-12.
 
No final da fase de grupos, Carla Couto posicionou-se no 3.º lugar do Grupo C, sem conseguir progressão para os quartos-de-final, mas mostrou-se satisfeita com a sua prestação. “É um balanço muito positivo, foi o meu primeiro grande torneio internacional a nível de singulares, por isso só posso estar satisfeita. Queria honrar a camisola que tenho vestida e foi isso que fiz”.
 
Carla Couto voltará a competir, desta vez em pares femininos, ao lado de Manuela Parente. Antes, amanhã, João Pinheiro compete em singulares masculinos.
 
Quinta-feira é dia de estreia nos Jogos Europeus para a Canoagem Slalom e o Tiro com Armas de Caça, e tem início a competição de equipas no Ténis de Mesa.
 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 19 de julho de 2024 – 06:11:02

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...