Boas Festas

12 anos ao serviço do Desporto em Portugal

European Open Women 2013: Seleção Nacional com prestação positiva

Portuguesas conseguem sétimo lugar
 
O segundo dia do European Open Women Portugal 2013, arrancou hoje, no Pavilhão Multiusos de Odivelas com as categorias U63, U70, U78 e O78. 69 atletas pisaram os tapetes, durante a manhã deste domingo, em busca de um lugar no pódio.
 
Portugal esteve representado por 11 atletas distribuídas pelas quatro categorias. Ana Cachola, Carina Gouveia, Ana Correia e Maria Sousa competiram em U63, enquanto que Patrícia Vicente, Andreia Zeferino e Mariana Milheiro foram as representantes lusas na categoria de U70. Em U78, Erica Rompão e Yahima Ramirez foram as portuguesas em combate. Na categoria mais pesada (O78), estiveram presentes Joana Costa e Liliana Ferreira.
 
Mais um dia de European Open Women 2013 em que Portugal não consegue chegar ao Bloco de Finais. Apesar do caminho para as medalhas ter sido impedido às atletas lusas, as suas prestações foram muito positivas. Na manhã deste domingo, o destaque vai para Ana Cachola que conseguiu ganhar o primeiro combate contra a polaca, Agnieszka Bezracko, garantindo assim um lugar nos quartos-de-final. No segundo combate a atleta lusa foi derrotada pela holandesa Anicka Van Emden. Ana Cachola participou ainda na repescagem, onde encontrou Isabel Palao (Espanha) que afastou a portuguesa da luta pelas medalhas.
 
Portugal conseguiu três sétimos lugares, um deles pertencente a Ana Cachola e os dois restantes às judocas da categoria O78, Joana Costa e Liliana Ferreira.
 
O Bloco de Finais das categorias U63, U70, U78 e O78 tem começo às 14h30 deste domingo.
 
Declarações:
 
Ana Cachola – Atleta U63
“O meu primeiro combate correu bem, consegui ganhar por “Ippon”. O segundo combate era o mais difícil desta prova porque era a atleta mais forte da competição, foi pena não ter conseguido estar mais tempo em cima do tapete. O terceiro e último combate foi um pouco injusto na arbitragem, mas o Judo é mesmo assim. Temos que aceitar e trabalhar ainda mais na próxima competição. Fisicamente, sinto-me muito bem, apesar de ter estado afastada cerca de dois anos. As duas provas que fiz penso que me correram bastante bem, consegui bons resultados. Tenho vindo a evoluir de prova para prova e espero dar o meu melhor nas próximas competições.”
 
Ana Hormigo – Selecionadora Nacional
“Hoje o dia voltou a ser curto para a seleção nacional, mas houve boas prestações. A Ana Cachola, apesar de ter perdido nos quartos e depois na repescagem, conseguiu ficar em sétimo lugar. A atleta vem de uma lesão, sabíamos que ela ia estar um pouco limitada, mas mesmo assim provou ser uma atleta com bastante qualidade. Todas as atletas tiveram uma boa atitude no tapete e todas deram o seu melhor. A maioria é bastante jovem, sendo que para algumas esta foi uma estreia em competições internacionais. De uma maneira geral, a prestação nacional foi positiva. Temos que nos levantar e continuar a trabalhar para alcançar os resultados que tanto queremos.”
 
Rui Vieira - Coordenador das Seleções Nacionais
“Hoje tivemos muitas atletas em competição, as nossas expectativas estavam, principalmente, com a Ana Cachola e com a Yahima Ramirez. Duas atletas que vêm de competições com bom resultados, com um terceiro lugar para a Ana Cachola e um quinto lugar para a Yahima, em Madrid. Estávamos com alguma esperança que pudessem, pelo menos, repetir os resultados da semana passada, mas infelizmente não foi possível. Para além da Ana, também a Liliana Ferreira e a Joana Costa, da categoria O78, conseguiram o sétimo lugar. O principal ponto positivo que podemos tirar deste European Open é que tivemos aqui 23 atletas da seleção nacional a competir com muitas atletas de elite europeia e esta experiência que passa para as judocas mais jovem é muito importante para os seus futuros.”
 

Últimas notícias


 

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017 – 22:28:41

Pesquisar

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...